Afinal temos petróleo em Portugal, o Azeite! Diminui a barriga, dá-nos juventude! E mais…


É, sem dúvida, o “petróleo” português  um produto valioso do ponto de vista nutricional.

O Azeite é um alimento característico da Dieta Mediterrânea, reconhecida pelos seu comprovados beneficios para a saúde.

 O azeite:

  • É uma gordura, dá-nos calorias, isto é, fornece 9 Kcal por grama, mas no nosso dia saudável, estas devem contribuir com, aproximadamente, 25% do Valor Calórico. São imprescindíveis, um dos exemplos da sua relevância, é que são responsáveis por dissolver as vitaminas Lipossoluveis: A, D, E e K.
  • Encontra-se no grupo das monoinsaturadas, o que faz dele uma gordura saudável. Uma gordura boa para ser utilizada na confecção.
  • Participa na redução do Colesterol LDL (o mau), favorecendo a redução da gordurinha abdominal (“pneus” na barriga). A gordura que se fixa na zona abdominal dificulta a produção de insulina pelo pâncreas, para além da questão da obesidade associa-se a possibilidade de potenciar a Diabetes tipo 2, assim como doenças coronárias.
  •  É rico em antioxidantes, responsáveis por retardar o envelhecimento das células.
  • Estudos recentes revelaram a presença de um composto, o oleochantal (o azeite que pica), com características semelhantes ao ibuprofeno usado em medicamentos, pertence ao grupo dos anti-inflamatórios não esteróides e analgésico, utilizado para atenuar as dores de enxaquecas, artrites e dores menstruais. A ingestão, a longo prazo, pode contribuir para a redução de determinados cancros, e retardar o progresso da doença de Alzheimer.

Olive_Oil_Extra_Virgin

 Os benefícios do azeite notam-se por dentro e por fora! Tem as mais diversas aplicações:

  • em tratamentos;
  • em massagens;
  • emoliente; 
  • para remover a maquilhagem;
  • em produtos de cosmética, como esfoliantes, sabão, entre outros……

Só mais uma nota: escolham, preferencialmente, o azeite extra-virgem, o que “pica na garganta”, pelo menos para usar em cru…

 Azeite no pão, no prato e no tacho, na pele…

Fonte: 

Medical News Today

Nature. Sept 1, 2005, vol 437, pp 45-46

Imagem:http://portuguese.alibaba.com/product-free-img/olive-oil-extra-virgin-132564157.html

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s